Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

Perolas de Márcio Mendes

Fazer o que quero – Uma deliciaFazer o que não quero – NecessidadeA pessoa sensata faz o que tem que ser feitoA oração é um dialogo, um relacionamento, é uma aliança com Deus.A oração abre o coração para receber de Deus o que pediuViver com sensatezCultivar o amor com todo ardorO COMBATE DA ORAÇÃO É O COMBATE HUMILDE, EU REZO PORQUE AMO E AMO PORQUE REZO

AMO VOCÊ

O amor é o carisma mais elevado.O amor brota do coração de DeusNem a torrente das grandes águas poderão acabar esse amorDeus é amor ágape, o amor perfeitoAmizade com Deus é uma experiência de reciprocidadeMesmo que eu fale a língua dos anjos, se não tiver o amor de nada valeNós seremos julgados sobre o amorQuando o perfeito vier, o imperfeito desapareceráTudo o que experimentamos na nossa fé, precisa ser uma resposta de amorAmor é decisãoDeus é amor, e eu me decido por amar incondicionalmenteO mal não é anônimo, o mal passa através da liberdade humanaO mal procura um aliadoO aliado é o homemO mal precisa dele para se espalharÉ possível não se deixar vencer pelo malVencemos o mal com o bemO ódio com amora vingança pela atitude do amorSomos chamados a conversão do coraçãoO AMOR VENCERÁ

Você tem Inimigos?

Jesus termina a última das mal-aventuranças em que previne Seus discípulos contra os falsos aplausos por parte dos judeus, por terem agido da mesma forma que seus antepassados – recebendo os vaticínios dos falsos profetas.
De imediato, Jesus introduz uma nova seção com uma preposição de contraste, começando uma nova parte de Seu discurso. Lucas, como bom evangelista, reúne as várias sentenças num único texto, exortando-nos ao desapego e à mansidão, predominando o amor aos inimigos.
Esta atitude deve ser a nossa resposta como cristãos diante dos perseguidores que são os verdadeiros inimigos. Resposta que consiste no novo mandato do amor verdadeiro: “Amem os seus inimigos e façam o bem para os que odeiam vocês. Desejem o bem para aqueles que os amaldiçoam e orem em favor daqueles que maltratam vocês. Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também”. Por isso, esta introdução é solene e reiterativa: “a vós que me escutais eu vos digo”, proclamará Jesus em tom…

E A VIDA?

90 anos do meu sogro. Minha homenagem a ele.


Eu fico
Com a pureza
Da resposta das crianças
É a vida, é bonita
E é bonita...
Viver!
E não ter a vergonha
De ser feliz
Cantar e cantar e cantar
A beleza de ser
Um eterno aprendiz...
Ah meu Deus!
Eu sei, eu sei
Que a vida devia ser
Bem melhor e será
Mas isso não impede
Que eu repita
É bonita, é bonita
E é bonita...
E a vida!
E a vida o que é?
Diga lá, meu irmão
Ela é a batida
De um coração
Ela é uma doce ilusão
Hê! Hô!...
E a vida
Ela é maravilha
Ou é sofrimento?
Ela é alegria
Ou lamento?
O que é? O que é?
Meu irmão...
Há quem fale
Que a vida da gente
É um nada no mundo
É uma gota, é um tempo
Que nem dá um segundo...
Há quem fale
Que é um divino
Mistério profundo
É o sopro do criador
Numa atitude repleta de amor...
Você diz que é luta e prazer
Ele diz que a vida é viver
Ela diz que melhor é morrer
Pois amada não é
E o verbo é sofrer...
Eu só sei que confio na moça
E na moça eu ponho a força da fé
Somos nós …

Tu me Amas?

João 21,15-19 – Depois de comerem, Jesus disse a Simão Pedro: "Simão, filho de João, tu me amas mais do que estes?" Ele respondeu: "Sim, Senhor, tu sabes que te amo". Jesus lhe disse: "Apascenta meus cordeiros". Segunda vez disse-lhe: "Simão, filho de João, tu me amas?" - "Sim, Senhor", disse ele. "Tu sabes que te amo". Disse-lhe Jesus: "Apascenta minhas ovelhas". Pela terceira vez lhe disse: "Simão, filho de João, tu me amas?" Entristeceu-se Pedro porque pela terceira vez lhe perguntara "Tu me amas?" e lhe disse: "Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que te amo". Jesus lhe disse: "Apascenta minhas ovelhas. Em verdade, em verdade, te digo: quando eras jovem, tu te cingias e andava por onde querias; quando fores velho, estenderás as mãos e outro te cingirá e te conduzirá aonde não queres". Disse isso para indicar com que espécie de morte Pedro daria glória a Deus. Tendo falado assim…