segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Que tenhamos a possibilidade de nos enxergar melhor

 

mASCARAS

Ha dias venho refletindo sobre esse tema- Porque as pessoas só conseguem ver Deus, as obras de Deus no extraordinário? Digo “as pessoas”porque graças a Deus e somente a Ele já não me considero inserida nesse contexto, hoje consigo enxergar Deus dentro de mim, no deserto e no ordinário da minha vida.

Quando me refiro ao extraordinário são os milagres visíveis, as curas físicas, ou o sucesso do mundo dinheiro, pompa e realeza, normalmente se você não tem dinheiro, ou está em dificuldades as pessoas não conseguem enxergar Deus em você, elas nem se dão ao trabalho de conversar com você, simplesmente ignoram ou desdenham.

Perolas Pe. Fábio de Melo

As minhas respostas sempre encontro na Palavra de Deus para mim é a casa do significado. É na palavra que o significado resolveu morar.O sentido de todas as coisas cabe nas palavras, aos olhos ou ouvidos de quem lê ou escuta talvez não diga muitas coisas, mas, para quem professa quanto significado existe.

Nos tempos de hoje está bem difícil ser cristão, ter uma postura cristã no lugar onde moramos, na família ou no local de trabalho, hoje está tudo muito maquiado, muito nebuloso, perdemos os referenciais de verdade, já não sabemos o que  o certo, o que é errado,  tudo é muito confuso.

O importante para mim é olhar para dentro de mim e ter a oportunidade de olhar para a vida vendo o que é realmente essencial.  É muito fácil nos perdermos do essencial, temos que ter cuidado para a vida não passar por nós e não percebermos o que está acontecendo, a grande ação do inimigo nos dias de hoje é cegar é colocar uma nuvem na nossa capacidade de enxergar em todos os sentidos. 

A cegueira primeira é aquela que lhe impede de reconhecermos quem somos. Uma pessoa que não se enxerga muitas vezes não avança, não cresce, fica estagnada, fica estacionada porque não tem capacidade de olhar-se,  de ver-se; quando alguém diz – “pelo amor de Deus vê se você se enxerga”- isso é uma frase de conversão,  não é para ofender, na verdade a pessoa quer dizer- “preste atenção em você, preste atenção em quem você é”.

Permita que o olhar que você tem sobre você seja de verdade, abandone as ilusões, pare de alimentar ilusões a respeito de você mesmo, pare de querer exigir aquilo que não tem para oferecer, comece a intensificar o processo de sua busca daquilo que é verdade em você.

A partir do momento que identificamos a nossa verdade, iniciamos um processo natural de crescimento.  Enxergue-se, olhe-se,  tenha a capacidade de se perceber;  quando temos dificuldade de olharmos para nós mesmos corremos o risco de viver para fora, corremos o risco de ficar representando um papel, corremos o risco de assumir um personagem.

Cuidemos da cegueira causada pelo inimigo, a especialidade do inimigo de Deus é provocar em nós uma cegueira para que não olhemos as possibilidades e não olhando para as possibilidades, para aquilo que Deus colocou em nós, corremos o risco de perder a vida, de desperdiçar os talentos.Se Deus não agir, se Deus não nos ajudar a olharmos para nós, se não tivermos a lente que Deus coloca para que tenhamos condições de olhar os nossos defeitos e nossas qualidades e termos coragem de lhe dar com isso podemos esquecer tudo, ninguém pode ser feliz distante de sua verdade.

Que em 2014 possamos ler mais a Palavra de Deus pois, Jesus não cria um contexto de mentira ao contrário ele estabelece com as pessoas, põe sobre as pessoas uma capacidade de olhar para a sua verdade.

Que em 2014 possamos nos enxergar, nos olhar, que não tenhamos medo de quem somos por pior que tenha sido a nossa experiência até o dia de hoje.

O primeiro passo para a conversão, para quebrar o poder do diabólico em nós é a capacidade de  admitirmos os nossos defeitos e nossas qualidades,  abandonemos as ilusões, principalmente aquelas ilusões que alimentamos sobre nós mesmos e que possamos substituir essas ilusões  por esperanças, o diabo sempre dá uma ilusão , Deus sempre dá uma esperança pensemos nisso.

Feliz 2014!

 

O teu amor é o que me conduz

domingo, 15 de dezembro de 2013

Primeiras Palavras de Deus para mim hoje!

 

Adoração

 

Pérolas 1º Pregação Kairós Salvifico – Canção Nova

Êxodo 17

Vs 01 – Partir por etapas – Em tudo o que fizeres tenha calma, faça tudo etapa por etapa. Sairá desse deserto não tenha dúvidas disso. Durante esse deserto eu o Senhor teu Deus estive contigo sempre a frente de Ti.

Vs 02 – Não murmure, na pior sede não murmure, lembre-se a murmuração é a oração do inimigo, olhe para o céu e eu te ajudarei a sair de qualquer situação de aflição.

Vs 04 – Nos momento difíceis, na dúvida de como se posicionar, pergunte a mim o teu proceder, eu te instruirei.Sempre estarei diante de Ti se andares na retidão.

Vs10 – Sempre que for orar suba a montanha e se for orar por outros sempre esteja acompanhado de alguém de Deus.

Vs 11- Todas as vezes que tiveres com as mãos levantadas o inimigo perderá a batalha. A tua casa se salva pela quantidade de vezes que levantas as mãos em Louvor a mim.

Vs 12 – Não é bom que estejas só em momentos de batalha, as tuas mãos podem se fatigar ao ficar horas levantada é bom que tenhas alguém que te ajude a permanecer com elas levantada. Lembre-se o Louvor a Deus afasta o inimigo por isso, nunca se canse de louvar, não importa as criticas que receba eu o Senhor teu Deus é que te dou essa instrução sempre fiques em Louvor e Adoração.

Na guerra de Josué contra Amalec Moisés teve Aarão e Hur para ajudar-lhe a permanecer com os braços levantados e por isso Josué ganhou a guerra contra Amalec. Enquanto Moisés erguia os braços para o Senhor Josué derrotava Amalec. Eis a importância do Louvor.

Olhe sempre para cruz de Jesus pois, Jesus no momento de sua mais dura dor teve os braços levantados para Deus segurado por dois pregos, esses braços estão levantados até hoje por esse motivo o inimigo nunca triunfa.

mm4_jesus_crucificado02[1]

Louvor e Adoração ao Senhor por toda a tua vida.

Amém!

Para te Adorar foi que eu nasci.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

LIBERTA

 

A alegria do Senhor

 

Deus é muito delicado comigo, ontem na Adoração ao Santíssimo Sacramento na Quarta de Adoração da Canção Nova rezando baixinho pedi muito que fosse proclamado através do Pe. Edmilson a cura da minha perna, é carência que sinto de ouvir várias vezes a confirmação de uma cura, alguns podem achar falta de Fé, não é isso, é vontade de ouvir a voz de Deus; desde a semana passada estou convicta do processo de cura Deus já tinha dito que eu mesma através do perdão iria fechar a ferida e isso aconteceu, só quem passa por momentos de cura em Deus pode entender o que aqui relato, de fato a ferida começou a fechar, está sendo gratificante e ouvir Pe. Edmilson proclamar que tinha uma pessoa com uma ferida na perna que começou como uma mancha vermelha e que foi crescendo está curada me identifiquei e tomei posse, são detalhes de vitória declarada.

A força de um testemunho recrutei toda a minha fé por isso proclamo a minha vitória, estou fechando o ciclo de 2013  meu agradecimento e amor por Deus, por Jesus, pelo Espírito Santo, por Nossa Senhora, por São Miguel, São Gabriel, São Rafael, Santa Terezinha, adoração ao Santíssimo Sacramento, a Canção Nova meus companheiros de 2013.

Estou ainda desempregada e rogo a Deus que em 2014 por nada eu me afaste um só segundo da Graça, da presença constante de Deus, que eu veja Deus no meu trabalho e nas pessoas que conviverei e que elas também vejam Deus em mim, que possa dizer sou amiga e tenho amigos.

Cada dia Deus me ensina a valorizar os detalhes, as ausências, as presenças, o deserto, o silêncio, , a paz, a tribulação, o sofrimento, tudo o que foi penoso, tudo o que foi e está sendo glória, as pessoas do jeito que elas são com suas qualidades e seus defeitos, com suas fraquezas e com suas fortalezas.

Hoje cada dia livre sou.

Tua mão poderosa me levantou

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Criar espaços para a verdade

 

Coração tranquilo

Pérolas Pe. Fábio de Melo

Escolhas que não trazem sabor para nossa vida é igual a feijão sem sabor.

Quando eu não soube compreender a vida Tu vieste compreender por mim.

Quando os meus sonhos vi desmoronar tu trouxeste outros para começar.

Deus me ama, não estou só – É ele que hoje me diz – CORAGEM. Deus diz, estou aqui contigo como te prometi lembra?

Nós estabelecemos distâncias o tempo todo. Você pouco escuta “eu estou aqui se precisar de mim”. Pouco escutamos isso.

Um pouco de verdade, autenticidade é disso que sinto falta.

Efésios, 4

1. Exorto-vos, pois, - prisioneiro que sou pela causa do Senhor -, que leveis uma vida digna da vocação à qual fostes chamados,

2. com toda a humildade e amabilidade, com grandeza de alma, suportando-vos mutuamente com caridade.

3. Sede solícitos em conservar a unidade do Espírito no vínculo da paz.

4. Sede um só corpo e um só espírito, assim como fostes chamados pela vossa vocação a uma só esperança.

11. A uns ele constituiu apóstolos; a outros, profetas; a outros, evangelistas, pastores, doutores,

12. para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo,

13. até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo.

14. Para que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores.

15. Mas, pela prática sincera da caridade, cresçamos em todos os sentidos, naquele que é a cabeça, Cristo.

16. É por ele que todo o corpo - coordenado e unido por conexões que estão ao seu dispor, trabalhando cada um conforme a atividade que lhe é própria - efetua esse crescimento, visando a sua plena edificação na caridade.

17. Portanto, eis o que digo e conjuro no Senhor: não persistais em viver como os pagãos, que andam à mercê de suas idéias frívolas.

18. Têm o entendimento obscurecido. Sua ignorância e o endurecimento de seu coração mantêm-nos afastados da vida de Deus.

22. Renunciai à vida passada, despojai-vos do homem velho, corrompido pelas concupiscências enganadoras.

23. Renovai sem cessar o sentimento da vossa alma,

24. e revesti-vos do homem novo, criado à imagem de Deus, em verdadeira justiça e santidade.

25. Por isso, renunciai à mentira. Fale cada um a seu próximo a verdade, pois somos membros uns dos outros.

26. Mesmo em cólera, não pequeis. Não se ponha o sol sobre o vosso ressentimento.

27. Não deis lugar ao demônio.

29. Nenhuma palavra má saia da vossa boca, mas só a que for útil para a edificação, sempre que for possível, e benfazeja aos que ouvem.

30. Não contristeis o Espírito Santo de Deus, com o qual estais selados para o dia da Redenção.

31. Toda amargura, ira, indignação, gritaria e calúnia sejam desterradas do meio de vós, bem como toda malícia.

32. Antes, sede uns com os outros bondosos e compassivos. Perdoai-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou, em Cristo.

As pessoas são assim tem dificuldades de falar a verdade. Digo as pessoas porque não me incluo nisso. Gosto da verdade. Me sinto livre porque falo a verdade.

Hoje ouvi alguém muito próximo dizer, “ é preciso fingir” não gosto de fingir, não quero fingir, o que peço a Deus é que eu não mais me aborreça com pequenas mentiras, pouca lealdade, falta de fidelidade.

Mentiras que anestesiam.

A nossa verdade choca as pessoas.

O objetivo é não mais chocar, porém, não fingir, não mentir, não ser infiel, a meta é não ser atingida pelas atitudes do outro, a meta é transcender, a meta é AMAR.

AMAR o outro, se colocar no lugar do outro, entender o outro, não magoar o outro, é ser mais leve, menos atingida porque o outro fez algo que eu não gostei.

Se a opção é pela verdade, no mesmo saco não cabe a mentira.

A pior coisa é a mentira, usam a desculpa de mentir para não magoar o outro, ou para não se comprometer com o outro, tenho dificuldades com isso, tenho raiva(meu pecado) e aí pago preço alto, porque o Espírito Santo nessa hora vai embora, ele não fica comigo na hora da minha raiva, encurralada agrido, agressão com gestos e palavras reação natural que eu preciso tomar conta.Colocar essa raiva numa coleira essa é a meta. Na minha raiva paro de ouvir a Deus e aí o inimigo entra.

As vezes estamos inteiro em Deus mas, em algum momento sentimos como se uma flecha nos atingisse. Desafio: desviar-se dessas setas. Preciso cuidar dos pequenos detalhes um deles é a raiva na falta de lealdade do outro esse é um exemplo de flecha no meu peito. Esse pecado é necessário ser extirpado na minha vida.

O desafio é ser Cristão 24 horas por dia. O meu conforto é que dessas 24 horas a maior parte das horas eu me sinto cumprindo o que desejo para minha vida de santidade, mas, em uma hora posso deixar o pecado entrar, e aí sim, pode estragar as horas de Santidade.A minha Glória é que todos os dias tenho um encontro  com Deus. 

PHN:

Não me deixar atingir pela falta de lealdade do outro

Não criticar nada nem ninguém

Silenciar naquilo que eu não gosto, mas, o meu silêncio não pode ser confundido com “lundu”, com beicinho, essa é a arte da leveza que eu busco.

Não posso dar espaço para que o inimigo entre na minha vida, por isso a vigilância total.

Ser livre é a meta – A minha liberdade será um testemunho que arrastará isso eu tenho certeza.

Uma palavra dita sem discernimento é a a vigilância – preciso conviver com o que eu digo, mastigar, antes de dizer o contrário é vomitar, a palavra tem que demorar mais na minha boca. O que eu digo é correto, mas, muitas vezes é dito na hora errada, da forma errada, não crio o espaço para dizer. É preciso treinar, preparar o espaço, estrago o que quero dizer na minha imprudência.

O sinal de que Deus chegou para resolver o problema não é na hora da tempestade mas, na hora da calma. Refletir é a meta. A calma é o momento que sabemos que Deus está agindo dentro de nós.

Anunciar o Cristo é amar o outro. Viver no Espirito Santo me permite tocar nas coisas que eu considero lixo em mim. É duro mas, é perfeito, Deus ilumina o meu lixo e aí eu estou conseguindo dia a dia tirar esse lixo, ainda tem muito lixo e as vezes eu mesmo sem querer jogo o meu lixo no outro. Na tentativa de acertar eu acabo errando.

O desafio é saber conviver com as coisas que retiram sabor.

Não quero morrer sem mudar o meu jeito de ser. Quero sim tirar todo o lixo da minha história.

A verdade será sempre a minha característica, a abominação a mentira sempre terei, porém, não tirarei o sabor de ninguém, nem o meu porque tenho que conviver com a mentira e falta de lealdade do outro.

Quero fazer a diferença pelo amor ao outro, pela palavra e gesto que faço.

Hoje faço a diferença do contrário que quero, porém, eu luto com muita força para fazer a diferença pelo amor e eu vou conseguir não tenho duvida disso.

Sou território Santo, não sou terreno baldio para ficar cheia de lixo.

Sou território Santo.

 

NÃO ESTOU SÓ.

Obrigada por tanto amor meu Deus

 

Meu louvor a Deus

 

E assim Deus fala para mim hoje.

É preciso testemunhar o que Deus fala Pra mim.

Isaías, 45

1. Eis o que diz o Senhor a Ciro, seu ungido, que ele levou pela mão para derrubar as nações diante dele, para desatar o cinto dos reis, para abrir-lhe as portas, a fim de que nenhuma lhe fique fechada:

2. Irei eu mesmo diante de ti, aplainando as montanhas, arrebentando os batentes de bronze, arrancando os ferrolhos de ferro.

3. Dar-te-ei os tesouros enterrados e as riquezas escondidas, para mostrar-te que sou eu o Senhor, aquele que te chama pelo teu nome, o Deus de Israel.

4. É por amor de meu servo, Jacó, e de Israel que escolhi, que te chamei pelo teu nome, com títulos de honra, se bem que não me conhecesses.

5. Eu sou o Senhor, sem rival, não existe outro Deus além de mim. Eu te cingi, quando ainda não me conhecias,

6. a fim de que se saiba, do levante ao poente, que nada há fora de mim. Eu sou o Senhor, sem rival;

7. formei a luz e criei as trevas, busco a felicidade e suscito a infelicidade. Sou eu o Senhor, que faço todas essas coisas.

8. Que os céus, das alturas, derramem o seu orvalho, que as nuvens façam chover a vitória; abra-se a terra e brote a felicidade e ao mesmo tempo faça germinar a justiça! Sou eu, o Senhor, a causa de tudo isso.

9. Ai daquele que discute com quem o formou, vaso entre os vasilhames de terra! Acaso diz a argila ao oleiro: Que fazes? Acaso diz a obra ao operário: És incompetente?

10. Ai daquele que ousa dizer a seu pai: Por que me geraste? E à sua mãe: Por que me concebeste?

11. Eis o que diz o Senhor, o Santo de Israel e seu criador: Pretendeis pedir-me conta do futuro, ditar-me um modo de agir?

12. Fui eu quem fez a terra, e a povoou de homens; foram minhas mãos que estenderam os céus, e eu comando todo o seu exército.

13. Fui eu quem, na minha justiça, suscitou Ciro, e quem por toda parte lhe aplaina o caminho; e é ele quem fará reedificar minha cidade e libertar meus deportados, sem recompensa nem dádivas, diz o Senhor dos exércitos.

14. Eis o que diz o Senhor: os pobres do Egito, os traficantes da Etiópia, os de elevada estatura de Sabaim, passarão para a tua terra e serão teus, servir-te-ão e desfilarão acorrentados, prostrar-se-ão diante de ti e te implorarão: Deus só se encontra em tua morada, não tem rival algum, os outros deuses não existem.

15. Verdadeiramente um Deus se esconde em tua casa, o Deus de Israel, um Deus que salva!

16. Ficarão envergonhados e confusos todos aqueles que se lhe opuseram; ignominiosamente retirar-se-ão os fabricantes de ídolos.

17. Israel obterá do Senhor uma salvação eterna, sem confusão nem vergonha, até o fim dos tempos.

18. Eis o que diz o Senhor que criou os céus, ele, o único Deus que formou a terra e a estabilizou, que não a criou para que seja um caos, mas a organizou para que nela se viva: eu sou o Senhor, e não tenho rival.

19. Não tenho falado às escondidas, nem numa terra tenebrosa. Não disse à raça de Jacó: Procurai-me no caos, eu, o Senhor, digo, a verdade, e me manifesto com toda a franqueza.

20. Vinde, reuni-vos todos, aproximai-vos, vós que fostes salvos dentre as nações! Nada disso compreendem aqueles que trazem seu ídolo de madeira, aqueles que oram a um deus impotente para salvar.

21. Fazei valer vossos argumentos, consultai-vos uns aos outros: quem havia predito o que se passa, quem o tinha anunciado desde longa data? Não fui eu, o Senhor, e nenhum outro? Não há Deus fora de mim.

22. Volvei-vos para mim, e sereis salvos, todos os confins da terra, porque eu sou Deus e sou o único,

23. juro-o por mim mesmo! A verdade sai de minha boca, minha palavra jamais será revogada: todo joelho deve dobrar-se diante de mim, toda língua deve jurar por mim,

24. dizendo: É só no Senhor que se encontra a vitória e a força. A ele virão envergonhados todos aqueles que se tinham levantado contra ele;

25. mas toda a raça de Israel achará no Senhor o triunfo e a glória.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Marca da Vitória

 

 

017

2013 ano de Vitórias em Cristo. Ano da FÉ.

Janeiro:

Iniciou como 2012 terminou, me sentia mal, problemas no trabalho, cansada, sensação de um campo minado, por mais que quisesse e orasse para sair desse campo minado as coisas só pioravam, chegou a um ponto que comecei a entrar em pânico, a ter crises de pânico, falta de memória, um Stress estúpido, tomava remédios para relaxar, me sentia triste. Mesmo em oração, com Jesus 24 horas comigo.

Fevereiro:

Não lembro se foi nesse mês estava em uma pregação e o pregador disse claramente “no meu lado esquerdo(eu estava desse lado) tem uma pessoa que esse ano terá muitas tribulações, mas, Deus afirma mesmo nas tribulações você sentira a constante presença de Deus”, na mesma hora senti que era comigo, a minha irmã estava junto e eu disse a ela, isso foi para mim eu senti, ela no mesmo instante quis repreender e até me criticou dizendo que eu pegava essas coisas como se fosse tudo para mim. Mas, você sente quando Deus fala com você. Lembro que eu não me apeguei a questão da tribulação, mas, sentia forte no meu coração, “ Deus estará com você o tempo inteiro e você sentira a presença”. Isso calou meu coração. Era como se alguém dissesse o navio vai entrar em ondas gigantes, mas, não se preocupe Jesus estará dentro do barco com você. Eu não tinha medo das ondas que viria, Deus colocava uma certeza forte no meu coração “as ondas serão gigantes, mas, o barco não afundará porque eu estarei junto com você no leme, no timão”, isso para mim era por demais reconfortante.

Abril:

Percebi na minha perna direita três carocinhos, pareciam três cabelos encravados, aquilo me chamou a atenção, tentei espremer só que não formava olho, era como se fosse uma mancha vermelha. Dois carocinhos ficaram curados, ficou apenas a mancha na pele, porém, a terceira mancha cada dia crescia, era muito vermelha, tinha um aspecto estranho. Fui ao dermatologista ele olhou, não achou nada importante, passou um antibiótico e pediu que eu retornasse depois, como a mancha tinha pus, decidi ir a emergência do Hospital e solicitei que um cirurgião verificasse a possibilidade de drenar, fui vista por dois cirurgiões e os dois disseram que não iriam mexer, pois, não havia nada para drenar. Minha cunhada estava indo a uma dermatologista e certo dia fui com ela para a consulta queria saber a opinião de outro dermatologista, quando mostrei a ferida a médica não achou nada importante, me tranquilizou, passou antibiótico, tomei dois meses de antibiótico e nada de solução.

Maio:

Fui demitida, considerei a decisão acertada na época, emocionalmente não me sentia nada bem, estava preocupada com minha saúde, poderia perder tudo menos a minha saúde. Uma semana após sair do trabalho já não sentia nenhum sintoma emocional, não me sentia mais cansada, a minha memória tinha voltado ao normal, já não tinha pânico, deixei de tomar os remédios para relaxar. Passei a ter foco maior na minha perna.

Junho – Descanso no Senhor – Tratamento da Perna no Hospital São José – Ainda sem diagnóstico definido.

Julho – Agosto – Setembro – Outubro – Novembro – Iniciou comigo e minha irmã uma batalha espiritual impossível descrever, mas, tudo para libertação e cura da família. Não tinha foco para outra coisa a não ser orar, orar, clamar, clamar.

Dezembro – Emocionalmente bem, minha fé em Deus cada dia mais fortalecida. Passei por muitos tratamentos na ferida, fiz algumas Biopsias não tem diagnostico definido. Estou ainda desempregada e em tratamento, a ferida foi retirada,  a perna ponteada, os pontos se abriram, ferida que sempre foi fechada agora está aberta. Cometi um erro permitindo o debridamento, tinha sido curada pela FÉ, estava sequinha antes da cirurgia, não sentia mais dor, só que a falta de se apoderar da cura acabei permitindo que a equipe fizesse a limpeza cirúrgica, infeccionou, Deus me tranquiliza e diz que quem fechará a ferida serei eu mesma.

Por diversas vezes em momentos profundos de oração foi proclamado que esse problema na minha perna é espiritual e que a solução virá por mim, e Deus sempre confirma: será curada pela mudança na forma de relacionamento interpessoal, pelo perdão, pela santificação, pelo amor incondicional ao próximo, pela forma de falar mais branda, intima capacidade de se colocar no lugar do outro, sentindo o outro, vendo Jesus no outro, amando Jesus através do outro, não criticar nada nem ninguém, aprender a falar de uma forma tão doce, da mesma forma que Deus fala comigo.

Hoje em oração na  Quinta de Adoração Canção Nova, Jesus falou em meu coração, vez ou outra ele me faz essa pergunta – “ Clívia Tu me amas?” Assim como Pedro eu respondo em lágrimas, SIM! SENHOR, TU SABES QUE EU TE AMO MAIS QUE TUDO NA MINHA VIDA. E Ele responde – “ Apascenta as minhas ovelhas”

Essa Palavra apascenta cala fundo no meu coração. Eu respondi sim Senhor, quero apascentar, é o que mais desejo na vida, apascentar as tuas ovelhas, porém Senhor por mais que eu tente ainda não consigo apascentar, por mais que tente percebo as ovelhas chateadas, irritadas, distantes, não sei apascentar, não consigo.

Preciso que me ensines, te prometo vou apascentar, quero ser Pastor da tuas ovelhas, mas, não sei ser Pastor, não sei como me comportar no aprisco, não sei como falar para que elas escutem a minha voz e te percebam em mim, sinceramente não sei. Como queres essa prova de mim? Eu te amo e tu me diz se me amas de verdade apascenta as minhas ovelhas. E eu digo Senhor te amo de verdade e quero apascentar as tuas ovelhas porque amo as tuas ovelhas, elas são tuas e eu te amo mais que tudo, quero cuidar de tudo o que é teu e tuas ovelhas são por demais preciosas para Ti. Tuas ovelhas são como as pupilas dos teus olhos. Senhor me ensina, estou agora dentro do aprisco, seja nesse momento o meu Mestre me ensina a ser Pastor como Tu és.

Na perna creio que ficará apenas a marca da Vitória. Se depende de mim fechar essa ferida aberta, estou na luta de reconciliação comigo e com todos, orando incessantemente vivendo um PHN.

Que em 2014 eu já colha os frutos de semente lançadas.

Que em 2014 eu seja uma pastora de ovelhas, das ovelhas da minha casa, da minha família e todas que o Senhor colocar na minha frente.

Que em 2014 pela minha voz, pelos meus gestos as ovelhas receonheçam Cristo

Que venha 2014 o ano da Esperança ano de muitas vitórias em Cristo.

Amém?

Amém!

Não temo mais o mar

Arrogância

A arrogância Se existe uma coisa que deixa o meu coração doído, entristecido é quando encontro, quando vejo, quando conheço, quando convivo...