segunda-feira, 16 de abril de 2012

Pai das Misericórdias

 

 

Salette Ferreira

Pai das misericórdias (4x)
No teu templo construído
De histórias de teu povo
Tão sofrido, mas de muita fé
Recebeste nossas dádivas
Recolheste nossas lágrimas
E fizeste um altar de adoração
E louvor da tua glória
E louvor da misericórdia
Que brotou do teu grande
Coração de pai

Pai das misericórdias (4x)

Nós estamos reunidos para agradecer
Teu amor, o teu perdão
E misericórdia
Recebeste nossas dádivas
Recolheste nossas lágrimas
E fizeste um altar de adoração
E louvor da tua glória
E louvor da misericórdia
Que brotou do teu grande coração de pai,
De pai

Grande é o poder da misericórdia divina

 

Padre Fábio de Melo

Jesus Misericordioso

“Feliz a alma que confiou na Vossa bondade. E submeteu-se inteiramente à Vossa Misericórdia! Essa alma está repleta da paz, do amor, em toda parte eu a defenderei como Minha filha. Ó alma, quem quer que sejas no mundo, ainda que seus pecados sejam negros como a noite não temas a Deus, tu frágil criança, porque grande é Minha misericórdia” (Diário de Santa Faustina nº 1652). Hoje você pode substituir a palavra alma pelo seu nome.
Entre minha morte e a eternidade existe um abismo de amor, do amor de Deus. Deus é um Pai amoroso, que está sempre de mesa posta para acolher os que têm fome.
A parábola do filho prodigo quebra todo paradigma, entender a misericórdia de Deus é para uma vida inteira. Você que se sente “estropiado”, longe de Deus e rejeitado.
O primeiro movimento da misericórdia de Deus em nós é criar dentro do nosso coração a capacidade de amar e ser amado. E misericórdia é isso: ter um coração que ainda tem condição de acolher.
Deus coloca em nós a dignidade humana, esse é o elo que nos prende a Ele. Caminhamos na certeza de que Deus está em nós. A opção de Deus por nós é definitiva. Precisamos responder a essa misericórdia.
João Paulo II viveu experimentou e viveu a dinâmica da misericórdia. Ele deve ter lutado para ser o bom filho, um bom seminarista, um bom padre, e um bom Papa. Qual a diferença entre nós e João Paulo II? João entendeu que quanto mais ele tinha Deus, mais ele precisava tê-Lo. E Deus não acumulamos como as coisas. A cada dia é uma experiência nova, a única diferença é que a experiência de hoje levará à base do cristão de amanhã.

"Quem não caminha não chega a lugar nenhum! Dê passos!", exorta padre Fábio

Cuidado para você não confundir misericórdia com preguiça, não ache que Deus vai ficar passando a mão na sua cabeça. Mas Deus fará no imperativo: “Sai desta vida! Esforça-te!”
Viver a misericórdia é viver o esforço de sermos melhores. A aprovação da lei que foi sancionada na semana passada é só o início. A misericórdia do Senhor me motiva a ser cada dia mais um vitorioso. O amor de Deus pode até doer, mas é uma dor que traz redenção.
Hoje no dia da misericórdia, não podemos negar a realeza de ser filhos de Deus.
O caminho de salvação é feito todos dias. O coração de Jesus está disposto a nos conduzir do "Egito" para a "Terra Prometida". Qual é seu "Egito"? É seu esposo? Uma doença? Espere e caminhe rumo à Terra Prometida!
Quem não caminha não chega a lugar nenhum! Dê passos! Não desanime! Não se curve aos destratos que o mundo quer lhe der.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Renascendo


Algumas citações da pregação de Márcio Mendes – Canção Nova
Fé é o que nos leva a certeza que Jesus está sempre diante de nós;
A Fé não ilude;
Toda alegria desacompanhada de FÉ é passageira;
Somente a FÉ pode descansar enquanto espera;
A FÉ é a condição para minha salvação;
Uma FÉ de coração assumido,não tem vergonha da Cruz, de ser CATÓLICO;
Diante de Deus tudo está as claras, tudo está descoberto;
A luz de DEUS ilumina a você e quem está perto de você;
“Eu sou a luz da vida”
As coisas mais importantes da vida estão escondidas aos olhos da carne;
“o essencial é invisível aos olhos”
O que é essencial?
Amar e ser amado;
O amor é visto pelas manifestações;
O amor você não vê! Sente;
Saudade você não vê! Sente;
A estima, o afeto – acreditamos sem ver, sentimos;
O essencial é que Deus está comigo para que eu não vacile;
“Ele está a minha frente, diante de mim e a minha direita”;
Vamos tirar os olhos das pessoas e colocar os olhos em DEUS;
Nós devemos nos apegar a Deus como a uma árvore no deserto;
Quem crê descansa. Deus não nos abandona;
Quando colocamos nossa confiança em Deus, o Espírito Santo expulsa todo o mal;
Quem crê em Jesus Cristo, o mal não pode toca-lo;
O maior exorcismo é um coração que crê;
O demônio não habita em quem crê;
A cruz nos lembra que AQUELE que passou pela cruz também ressuscitou;
A salvação acontece quando nos curvamos diante de Deus;
Deus se apressa a nos ajudar, a nos libertar quando dobramos o joelho;
Solidão não tem nada a ver com pessoa longe ou perto;
Solidão existe quando paramos de acreditar;
Solidão e tristeza são irmãs e a mãe é a falta de confiança em Deus;
“Deus nos livre dessa companhia”!
Aqueles que creem farão obras ainda maiores.

sábado, 7 de abril de 2012

A Quem procurais?


Padre Fabrício Andrade
Aqueles que procuram Jesus somente pelo que ELE faz, é incapaz de suportar o peso que ELE é
As coisas do Senhor ou o Senhor das coisas?
Aqueles que procuram apenas o milagre não suporta o peso de seguir a cristo  naquilo que ele é.
Não existe pecado em buscar as curas , mas, é preciso ser um seguidor.
O que farei quando Jesus me curar?
Vamos ver dois grupos:

1º Grupo
2º Grupo
Evangelho de São João 1,35-41

-Está convidado a conhecer Jesus de fato e a seguir e a busca-lo;

- Fazer a experiência com Cristo 

-João Batista conduz um pequeno grupo de dois discípulos

-Estava sem nada, deixaram tudo para seguir o Senhor;

- Terminou sua experiência proclamando:“Encontramos o Cristo!”

-Fez a experiência de procurar o Mestre e, mesmo em pequeno número, fizeram a melhor experiência.
Evangelho de São João 18,1-8 e, depois, no versículo 12;

- Encontramos Judas e um batalhão;

- é conduzido por Judas, o qual é composto por um batalhão.

-Responde que procuram Jesus de Nazaré, Aquele que era considerado um desordeiro, um criminoso.

- Busca Jesus como uma mercadoria que Judas tinha vendido por 30 moedas de prata. Da mesma forma que fazemos quando compramos um produto e vamos à loja, petulantes, exigir o produto que não nos foi entregue. Assim chegou aquele batalhão, como que dizendo: “Nós queremos aquilo pelo que pagamos”.

- “Prendemos o Cristo!”.



Na escola rabínica, é de costume os discípulos escolherem seus mestres, porém com Jesus é diferente, porque é Ele quem nos escolhe;
Jesus estava disposto a se revelar por inteiro para os dois grupos, porém, o segundo tem uma decisão diferente do primeiro. O Senhor proclama: “Sou eu!”. A força da Sua Palavra, a força da Sua proclamação faz com que o batalhão recue e caia por terra.
"Ele os convida a conhecê-Lo, de fato, a segui-Lo"
Jesus é insistente quando quer o coração de alguém, por isso pergunta pela segunda vez: “A quem procurais?”, mas aqueles homens não procuram por um Mestre, mas pelo criminoso que eles achavam ser Jesus. Você se aproxima de Jesus querendo um Mestre ou um produto (como aquele que vê Jesus num mercado)? Nestes dias – do Tríduo Pascal -, as pessoas lotam as igrejas. Algumas buscam Jesus, porque precisam de um Mestre, mas há aqueles que O perseguem simplesmente por aquilo que Ele faz; estes são incapazes de suportar o peso da graça daquilo que Ele é.
Eu lhe pergunto: “A quem procurais?”: o realizador de milagres? Procurais o Jesus grandioso? Cuidado, pois você, hoje, encontrará um homem fraco na cruz. No entanto, aqueles que procuraram Jesus pelo que Ele é, permaneceram com o Cristo mesmo na cruz e, por isso, hoje, somos a Igreja Católica Apostólica Romana!
De qual grupo você deseja fazer parte? Decida-se. Responda. “Eu me decido, eu quero somente Jesus! Eu não quero ser Seu perseguidor, não quero perseguir Seus milagres, mas quero buscá-Lo, meu Mestre.”
Jesus usa a mesma pergunta: “A quem procurais?” e dá a mesma oportunidade aos dois grupos. Mas a decisão de um foi diferente do outro. Hoje, é você quem deve decidir. O Filho de Deus dá a Seu povo a oportunidade de escolher o melhor, que escolha estar com Ele pelo que Ele é, mas não pelo que Ele faz.
Esta pregação não termina com a pergunta, eu apenas lhe trouxe ela; esta pregação termina com a sua resposta, “A quem procurais?”.
Transcrição e adaptação: Flávio Pinheiro

domingo, 1 de abril de 2012

Regaço Acolhedor - Irmã Kelly Patrícia

Oh, minh'alma
Retorna à tua paz
Como criança bem tranqüila
No regaço acolhedor de sua
Mãe. (2x)

Minha mãe é a virgem maria
É ela que agora vai
Me acolher, me abraçar,
Me perdoar, me compreender,
Me acalmar, me ensinar,
Me educar,
Me formar, me amar. (2x)

Oh, minh'alma retorna à tua paz...

Arrogância

A arrogância Se existe uma coisa que deixa o meu coração doído, entristecido é quando encontro, quando vejo, quando conheço, quando convivo...