Pular para o conteúdo principal

SEMPRE EXISITIU OS OPOSITORES AOS PROJETOS DE DEUS

 

 

Jesus crucificado

Perola Homilia Padre Wagner Baía – Canção Nova

Por qual obra quereis me apedrejar? Se não faço as obras de meu Pai não acreditais em mim, se as faço acreditai no que eu faço.

João não realizou nenhum sinal, mas tudo o que ele disse acreditaram nele. Jesus realizou todos os sinais e muitos não acreditaram nele.

O verbo se fez carne e habitou entre nós como homem, sendo verdade de Deus.

Muitos não compreenderam seu projeto salvifico e deixaram se levar pelo espirito do mal e da hostilidade de modo a querer apedrejar Jesus.

Jesus foi condenado à morte não pelas obras boas que ele realizou, mas sendo homem se fez igual a Deus, revelou ser o filho de Deus. Ele mesmo disse - eu faço essas obras mesmo que não acredite, para que saibais que o Pai se faz em mim e EU no Pai.

Jesus foi hostilizado, perseguido, condenado, teve morte de cruz, fruto do mal que quer frustrar os projetos de Deus em favor da humanidade.

A palavra de Deus desmascara a hostilidade que quer frustrar os planos salvificos de Deus.

Este mal se manifesta no coração das pessoas que não se deixam guiar pelo espírito de Deus, pessoas que não amadurecem na FÉ, que não acreditam que a obra de Jesus é obra de Deus. Essas pessoas infelizmente a partir do próprio coração se comportam como pessoas hostis, contrariando o projeto de Deus.

Esse tempo é propicio para rever nossas escolhas, sentimentos, motivações que a partir dos nossos corações animam os nossos sentimentos. Permitamos que a palavra de Deus questione os nossos corações a ponto de desmascarar a hostilidade que se manifesta em nós, pessoas que às vezes não acredita, não confia na obra de Deus e, portanto com gestos e palavras colocam-se contra o projeto de Deus de forma inconsciente.

Muitas vezes quando não nos deixamos conduzir pela palavra de Deus, na nossa vida, no nosso dia a dia, na nossa família e agimos contra, aí se manifesta a hostilidade, corremos o risco de nós mesmos que nos apresentamos como discípulos de Jesus, atirar pedras em Jesus.

O que eu preciso mudar em minha vida para que eu não frustre e não seja opositor ao projeto salvifico de Deus em relação à humanidade?

Deus quer salvar a todos, mesmo os opositores, mesmo aos que são hostis a sua Palavra.

Os que se colocam a favor do mal são destruídos pelo próprio mal.

Nós que somos discípulos de Jesus podemos sofrer retaliações, porque são muitos os que são contra os projetos de Deus, mas a certeza que a FÉ nos dá é que ele nos protege e nos da à certeza ate o fim da vitória na sua ressurreição.

Peçamos a Deus que nos dê cada vez mais docilidade ao seu projeto de amor, e que não tenhamos medo de sofrer retaliações, mas que nos dê perseverança, fidelidade, e tendo a certeza que ele nos protege para realizarmos as suas obras.

Postagens mais visitadas deste blog

O luto, o velório a vida – Perolas de Pe. Fábio de Melo

Toda vez que falamos em sofrimento, de insegurança de medo, falamos de limites. E nessa hora também podemos perceber o cuidado de Deus na nossa vida. No sofrimento perdemos a graça, perdemos a mobilidade, mas, nossos olhos encontra alguém que nos segura. Jesus recebe a noticia de que Lazaro estava morto. Lazaro o melhor amigo de Jesus. Betânia representava para Jesus o lugar de descanso, está com os amigos de Betânia era para ele o lugar onde renovava as forças. Jesus viveu para fora, ele não se economizou. Nesse contato intenso tinha uma vida interior preservada. Não devemos construir cercas. Se um dia estiver no velório de alguém, esteja para chorar junto com ela. Não devemos ter respostinhas prontas. É preciso estar com pessoas que veem além das aparências. Jesus foi ao tumulo de Lazaro que já estava morto há quatro dias. Jesus não se prende as regras. Jesus diz Lazaro vem para fora, o sepulcro não é seu lugar. Falemos de mortes não biológicas. O grande problema da morte é o …

Indiferença

Hoje o tema que escolhi para postar foi a indiferença.Se quiseres machucar uma pessoa, seja indiferente a ela.O que Jesus diria dos indiferentes? Dos que ignoram o outro?Algumas perolas que li e concordo.Autor: Jorge Humberto“A indiferença é a hostilidade em pessoa e é por si só o pior dos sentimentos humanos, que se pode oferecer sem um pingo de arrependimento, aos nossos semelhantes. Quem usa de indiferença castiga sobremaneira a outra pessoa sem que esta se possa defender, pois o indiferente não oferece abertura, para uma conversação, já que se fecha na sua inimizade. O pior é que a pessoa indiferente no trato com o outro, tira prazer disso no seu egocentrismo desumano e incansável, pois estas pessoas gostam de causar dano às pessoas de bem. A indiferença maltrata sem uma única réstia de arrependimento.Quem é indiferente basta-se a si próprio, ou assim o julga, e retira desse sentimento defeituoso um gozo inesgotável, que gosta de apregoar aos sete ventos. São pessoas sarcásticas e…

Escolha a melhor parte

Pérolas da Pregação Sorrindo Pra Vida – Canção Nova Márcio MendesA Palavra meditada, hoje, está em São Lucas 10,38-42:
"Enquanto caminhavam, Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, o recebeu em sua casa. Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e ficou escutando a sua palavra. Marta estava ocupada com muitos afazeres. Aproximou-se e falou: 'Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha com todo o serviço? Manda que ela venha ajudar-me!' O Senhor, porém, respondeu: 'Marta, Marta! Você se preocupa e anda agitada com muitas coisas; porém, uma só coisa é necessária, Maria escolheu a melhor parte, e esta não lhe será tirada'."Bendito seja Deus por essa Palavra! Há muitas maneiras de nos relacionarmos com Deus, como há muitas maneiras de nos relacionarmos com as pessoas, porque nós nos relacionamos do jeito humano Nós nos relacionamos por meio de afetos, de interesses, obrigações, por meio de responsabilidades, prazer, traba…