quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

DESOBSTRUINDO A INTELIGÊNCIA

 

IDÉIA

 

Pérolas Augusto Cury

Esses são os objetivos para 2014 aguçar permanentemente a minha curiosidade, gostar de desafios, ser ousada, com muita sede de aprender, ampliar a minha capacidade de me colocar como aprendiz diante dos acontecimentos da vida.

Hoje, frequentemente, as pessoas só são motivadas a aprender porque assim usam o conhecimento como ferramenta profissionalizante. Se retirássemos o título profissional  e a possibilidade de auferir lucro  com a aquisição de conhecimento, as universidades morreriam, o conhecimento seria enterrado! O deleite de aprender e de se tornar um engenheiro de ideias está cambaleante nas sociedades modernas. Foi substituído pela paranoia do consumismo, da estética, da competição predatória.

Colocar-se como aprendiz diante da vida profissional, social e intelectual é um verdadeiro exercício de inteligência. Uma pessoa que possui essa característica é sempre criativa, lúcida e brilhante intelectualmente. Está se despojando de maneira continua dos seus preconceitos e enxergando a vida de diferentes ângulos.

Por outro lado, uma pessoa que se sente interiormente abastada está sempre tensa, entediada e envelhecida intelectualmente.

Faz bem a saúde do cérebro e a saúde psíquica colocar-se como aprendiz diante da existência. Essa característica não tem relação com a idade. Há jovens que são velhos, por serem engessados e rígidos intelectualmente. Há velhos que são jovens,  por serem livres e sempre dispostos a aprender. Tal característica é mais importante que a genialidade. É impossível ser um gênio e ser apenas um mero baú de informações sem nenhuma criatividade.

Jesus é quem me motiva, sou absolutamente encantada com a habilidade do mestre de Nazaré em levar as pessoas a romper com a mesmice da rotina existencial e ter sede de se interiorizar.

 

VIVA A MINHA JUVENTUDE AOS 48 ANOS

O delicado território ds emoção deve ser protegido isso é ser inteligente.

Arrogância

A arrogância Se existe uma coisa que deixa o meu coração doído, entristecido é quando encontro, quando vejo, quando conheço, quando convivo...