Pular para o conteúdo principal

CONFORMISMO

 

perseverar2

Perolas do Livro O código da inteligência de Augusto Cury

Destaco o tema Conformismo para nossa reflexão.

Desejos são intenções superficiais, sonhos são projetos de vida.

Desejos não resistem ao calor das perdas, sonhos criam raízes nas dificuldades.

Não há um ser humano lúcido que não reaja com rispidez e nem outro tranquilo que não tenha seus momentos de desespero.

Devemos ter consciência que somos uma massa de seres humanos imperfeitos, vivendo em uma sociedade de pessoas imperfeitas, por isso o código da tolerância não é uma opção nas relações humanas, mas uma necessidade insubstituível.

O ser humano pode viver amordaçado dentro de si, ainda que sua língua esteja livre para falar, acorrentado ainda que suas pernas estejam soltas, pode viver asfixiado ainda que seus pulmões estejam abertos.

Diversas armadilhas mentais são construídas clandestinamente ao longo do processo de formação da personalidade humana, elas nos aprisionam no lugar onde todos deveriam ser livres, nenhum ser humano está livre delas, por isso é importante à lucidez para reconhece-las e humildade para assumi-las, isso é fundamental para superar, somos vitimas e vilões da sociedade, somos vitimas e vilões de nós mesmos.

O conformismo é a arte de se acomodar, de não reagir e de aceitar passivamente as dificuldades.

O conformista amordaça o EU impedindo de lutar por seus ideais, de transformar a sua historia, não assume sua responsabilidade como agente transformador do mundo, pelo menos do seu mundo.

O conformista acredita que todas as coisas são obra do destino, já o ativista acredita que o destino é questão de escolha.

O conformista é vitima do seu passado, o ativista é autor da sua própria historia.

O conformista vê a tempestade e se amedronta, o ativista vê no mesmo ambiente a chuva e a oportunidade de cultivar.

O conformista se aprisiona no passado, o ativista se liberta no presente.

Calma! Nenhum ser humano é 100% conformista e nem 100% ativista.

O conformismo é uma arte da mente que arrasta grande parte de jovens e adultos, o conformista soterra habilidades, anula dons, contrai tendências e bloqueia algumas funções mais notáveis da inteligência.

O conformista é inerte e mentalmente preguiçoso, não exerce suas escolhas por medo de assumir riscos, não expande seu espaço por medo da critica, prefere ser vitima a agente modificador de sua história, prefere ser amante da insegurança, a parceiro do entusiasmo, prefere enterrar seus talentos a dar a cara para bater.

Os conformistas transformam fracassos em medo, os determinados transformam derrotas em garra.

O conformismo amordaça pessoas fascinantes.

A sabedoria não estar em não falhar ou sofrer, mas usar nossas falhas para amadurecer e o nosso sofrimento para compreender a dor dos outros.

Os conformistas são os reis das desculpas.

Os perdedores veem os raios e se amedrontam, os vencedores veem a chuva e a oportunidade de cultivar.

Gosto muito do autoconhecimento para meu equilíbrio emocional, todos nós temos um pouco da personalidade conformista a arte está em ativar o nosso cérebro para sermos mais ativistas, menos objeto e mais sujeito da nossa história.

Deus no comando da nossa vida sempre! É ele que nos ajuda no processo de cura e libertação.

É LINDO!

Postagens mais visitadas deste blog

O luto, o velório a vida – Perolas de Pe. Fábio de Melo

Toda vez que falamos em sofrimento, de insegurança de medo, falamos de limites. E nessa hora também podemos perceber o cuidado de Deus na nossa vida. No sofrimento perdemos a graça, perdemos a mobilidade, mas, nossos olhos encontra alguém que nos segura. Jesus recebe a noticia de que Lazaro estava morto. Lazaro o melhor amigo de Jesus. Betânia representava para Jesus o lugar de descanso, está com os amigos de Betânia era para ele o lugar onde renovava as forças. Jesus viveu para fora, ele não se economizou. Nesse contato intenso tinha uma vida interior preservada. Não devemos construir cercas. Se um dia estiver no velório de alguém, esteja para chorar junto com ela. Não devemos ter respostinhas prontas. É preciso estar com pessoas que veem além das aparências. Jesus foi ao tumulo de Lazaro que já estava morto há quatro dias. Jesus não se prende as regras. Jesus diz Lazaro vem para fora, o sepulcro não é seu lugar. Falemos de mortes não biológicas. O grande problema da morte é o …

Indiferença

Hoje o tema que escolhi para postar foi a indiferença.Se quiseres machucar uma pessoa, seja indiferente a ela.O que Jesus diria dos indiferentes? Dos que ignoram o outro?Algumas perolas que li e concordo.Autor: Jorge Humberto“A indiferença é a hostilidade em pessoa e é por si só o pior dos sentimentos humanos, que se pode oferecer sem um pingo de arrependimento, aos nossos semelhantes. Quem usa de indiferença castiga sobremaneira a outra pessoa sem que esta se possa defender, pois o indiferente não oferece abertura, para uma conversação, já que se fecha na sua inimizade. O pior é que a pessoa indiferente no trato com o outro, tira prazer disso no seu egocentrismo desumano e incansável, pois estas pessoas gostam de causar dano às pessoas de bem. A indiferença maltrata sem uma única réstia de arrependimento.Quem é indiferente basta-se a si próprio, ou assim o julga, e retira desse sentimento defeituoso um gozo inesgotável, que gosta de apregoar aos sete ventos. São pessoas sarcásticas e…

Testemunho–Orientação de Deus–ESPERE

São Marcos, 11. Princípio da boa nova de Jesus Cristo, Filho de Deus. Conforme está escrito no profeta Isaías:2. Eis que envio o meu anjo diante de ti: ele preparará o teu caminho.40. Aproximou-se dele um leproso, suplicando-lhe de joelhos: "Se queres, podes limpar-me."41. Jesus compadeceu-se dele, estendeu a mão, tocou-o e lhe disse: "Eu quero, sê curado."42. E imediatamente desapareceu dele a lepra e foi purificado.43. Jesus o despediu imediatamente com esta severa admoestação:44. "Vê que não o digas a ninguém; mas vai, mostra-te ao sacerdote e apresenta, pela tua purificação, a oferenda prescrita por Moisés para lhe servir de testemunho."45. Este homem, porém, logo que se foi, começou a propagar e divulgar o acontecido, de modo que Jesus não podia entrar publicamente numa cidade. Conservava-se fora, nos lugares despovoados; e de toda parte vinham ter com ele. Hoje o Senhor falou comigo! Considero essa data 18/06/2013 mais um marco na minha vida: Recebo u…