quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

CONFORMISMO

 

perseverar2

Perolas do Livro O código da inteligência de Augusto Cury

Destaco o tema Conformismo para nossa reflexão.

Desejos são intenções superficiais, sonhos são projetos de vida.

Desejos não resistem ao calor das perdas, sonhos criam raízes nas dificuldades.

Não há um ser humano lúcido que não reaja com rispidez e nem outro tranquilo que não tenha seus momentos de desespero.

Devemos ter consciência que somos uma massa de seres humanos imperfeitos, vivendo em uma sociedade de pessoas imperfeitas, por isso o código da tolerância não é uma opção nas relações humanas, mas uma necessidade insubstituível.

O ser humano pode viver amordaçado dentro de si, ainda que sua língua esteja livre para falar, acorrentado ainda que suas pernas estejam soltas, pode viver asfixiado ainda que seus pulmões estejam abertos.

Diversas armadilhas mentais são construídas clandestinamente ao longo do processo de formação da personalidade humana, elas nos aprisionam no lugar onde todos deveriam ser livres, nenhum ser humano está livre delas, por isso é importante à lucidez para reconhece-las e humildade para assumi-las, isso é fundamental para superar, somos vitimas e vilões da sociedade, somos vitimas e vilões de nós mesmos.

O conformismo é a arte de se acomodar, de não reagir e de aceitar passivamente as dificuldades.

O conformista amordaça o EU impedindo de lutar por seus ideais, de transformar a sua historia, não assume sua responsabilidade como agente transformador do mundo, pelo menos do seu mundo.

O conformista acredita que todas as coisas são obra do destino, já o ativista acredita que o destino é questão de escolha.

O conformista é vitima do seu passado, o ativista é autor da sua própria historia.

O conformista vê a tempestade e se amedronta, o ativista vê no mesmo ambiente a chuva e a oportunidade de cultivar.

O conformista se aprisiona no passado, o ativista se liberta no presente.

Calma! Nenhum ser humano é 100% conformista e nem 100% ativista.

O conformismo é uma arte da mente que arrasta grande parte de jovens e adultos, o conformista soterra habilidades, anula dons, contrai tendências e bloqueia algumas funções mais notáveis da inteligência.

O conformista é inerte e mentalmente preguiçoso, não exerce suas escolhas por medo de assumir riscos, não expande seu espaço por medo da critica, prefere ser vitima a agente modificador de sua história, prefere ser amante da insegurança, a parceiro do entusiasmo, prefere enterrar seus talentos a dar a cara para bater.

Os conformistas transformam fracassos em medo, os determinados transformam derrotas em garra.

O conformismo amordaça pessoas fascinantes.

A sabedoria não estar em não falhar ou sofrer, mas usar nossas falhas para amadurecer e o nosso sofrimento para compreender a dor dos outros.

Os conformistas são os reis das desculpas.

Os perdedores veem os raios e se amedrontam, os vencedores veem a chuva e a oportunidade de cultivar.

Gosto muito do autoconhecimento para meu equilíbrio emocional, todos nós temos um pouco da personalidade conformista a arte está em ativar o nosso cérebro para sermos mais ativistas, menos objeto e mais sujeito da nossa história.

Deus no comando da nossa vida sempre! É ele que nos ajuda no processo de cura e libertação.

É LINDO!

Arrogância

A arrogância Se existe uma coisa que deixa o meu coração doído, entristecido é quando encontro, quando vejo, quando conheço, quando convivo...